WhatsApp Image 2018 08 07 at 13.33.19Após assembleia geral unificada em protesto contra a falta de avanços nas negociações referentes à pauta de reivindicação, realizada nessa terça-feira(7), os trabalhadores municipais de Goiânia decidiram paralisar as atividades na próxima quarta-feira (15). O ponto de concentração será na Câmara Municipal a partir das 8h. WhatsApp Image 2018 08 07 at 13.32.59

Durante as reuniões, a prefeitura propôs o pagamento da data-base de 2017 (4,08%) e de 2018 (2,76%) em oito parcelas se conseguisse aprovar a reforma da previdência municipal na Câmara. Um novo projeto, o PLC 031/2018 que prevê mudanças na previdência, já chegou ao Legislativo e está em tramitação. A proposta de reforma só será viável se forem acatadas as 32 mudanças sugeridas pelo Conselho Municipal de Assistência Previdenciária (CMAP)

As demais reivindicações específicas da Saúde, serão discutidas na Mesa de Negociação, já que a secretária de Saúde, Fátima Mrué, se comprometeu em retomar as reuniões.

Pauta de reivindicações:

  • Pagamento da data-base 2017 (4,08%)
  • Pagamento da data-base 2018 (2,76%);
  • Cumprimento integral do plano de carreira (titulação e progressões);
  • Piso dos professores;
  • Inclusão dos agentes comunitários de saúde e de combate as endemias;
  • Inclusão dos servidores administrativos no plano de carreira;
  • Reajuste do vale-alimentação;
  • Imas gerido por servidores efetivos.

@ Todos os direitos reservados - Sieg 2017