Desde o ano de 2015, os trabalhadores têm sofrido perdas, devido à falta de atualização dos valores de data base. No plano aprovado anteriormente, não houve adaptação da data base; os trabalhadores tiveram redução do prêmio de incentivo, perderam na porcentagem de insalubridade – totalizando perdas de 60 a 100%.

Em mesa de negociação, realizada nesta segunda-feira(7), foram construídas etapas do Plano de Cargos e Salários dos servidores da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO). A nova proposta do Plano foi levada à mesa de negociação, passou por estudo de impacto, aprovação e encaminhamento.

O projeto, que saiu da mesa de negociação entre servidores e a SES-GO e está na SEGPLAN, necessita de apoio político e dos associados do ConSind. O que está na contramão do plano é o impacto financeiro de cerca de R$ 34 milhões.
Solicitamos ao deputado Federal João Campos apoio político e para agilizar, dentro de suas possibilidades, os andamentos – tendo em vista que o prazo político em decorrência do período eleitoral é reduzido. O deputado se propõe a marcar com Joaquim Mesquita e facilitar a audiência com o governador Marconi Perillo. Teremos agenda durante toda a semana direcionada ao Plano de Cargos e Salários dos Trabalhadores do Estado.

@ Todos os direitos reservados - Sieg 2017