Nesta quinta-feira (18), após deflagrarem greve no município no dia 9, os trabalhadores municipais da saúde de Aparecida de Goiânia conquistaram uma vitória histórica. Obtiveram bo parte das reivindicações atendidas pela gestão.

Depois de quase três anos de intensas negociações com a gestão de Aparecida, o Sieg e demais sindicatos garantiram direitos importantes para os trabalhadores, como: pagamento de 30% a 90% do valor das gratificações que já estavam previstas no Plano de Carreiras da categoria,  gratificação de produtividade aos Agentes Comunitários de Saúde no valor de R$ 281 e outra, aos profissionais que atuam em Ambulatórios. Além disso, ficou acordado que os trabalhadores que participaram das mobilizações não terão o ponto cortado. 

A greve resultou em grandes conquistas e o pagamento desses beneficios so foi possivel graças a coragem e disposição dos trabalhadores de irem a luta pelos seus direitos e melhores condições de trabalho

É claro que o ideal seria que todos os direitos previstos na Lei do Plano fossem cumpridos imediatamente, mas isso esbarraria no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal. "Estamos felizes com as conquistas e o avanço que tivemos com a gestão, que reconheceu o direito dos trabalhadores e atendeu a uma grande parte das reivindicações", ressalta a presidente do Sieg, Dionne Hallyson.

Foi feito um Termo de compromisso para formalizar a proposta, e o mesmo assinado pelo Sieg, Sindsaúde, Sindaces, secretário de Finanças, diretor de Recursos Humanos da Saúde e superintendente de Atenção à Saúde.

 

WhatsApp Image 2017 03 29 at 10.02.44

@ Todos os direitos reservados - Sieg 2017